Será a ponte estaiada mais longa do país

O consórcio integrado pelas empresas Mota-Engil Peru, Incot e Cosapi, iniciou a construção da ponte Nanay e suas vias de acesso, na região do departamento amazônico de Loreto, no Peru. A ponte terá 437,6 metros de largura e será a ponte estaiada mais longa do país.

Puente nanay

O prazo de execução é de 1.050 dias (quase 3 anos). A obra será realizada sobre o rio Nanay e forma parte da rota que une a cidade de Iquitos com as localidades de Bellavista e Mazán, no distrito de Punchana. A superestrutura será composta de vigas metálicas e lajes de concreto suportadas por dois planos de cabos estaiados sobre duas torres de concreto de 80 metros de altura.

Também, e dentro do mesmo prazo, o consórcio deverá construir dois viadutos: um de 1.184 metros, localizado na margem direita; e outro de 319,9 metros, localizada na esquerda. Além disso, serão construídos dois acessos: um de 215,5 metros no lado direito e outro de 126,6 metros no esquerdo. Se inclusas as estruturas complementárias, a obra terá extensão total de 2,283 metros.

A obra permitirá integrar a cidade de Iquitos com as comunidades localizadas próximas a fronteira com a Colômbia, beneficiando diretamente a mais de 12.000 moradores. Sua construção gerará 409 novos postos de trabalho para operários e profissionais.

Em sua execução será utilizada uma lançadora de vigas metálicas que permitirá a construção da plataforma desde sua própria estrutura. Em quanto às estruturas estaiadas, haverá equipamentos específicos para o içamento das aduelas metálicas que farão parte do tabuleiro da ponte.