México constrói pontes com guindastes Linden Comansa

By Clarise Ardúz08 June 2011

México tiende puentes con grúas Linden Comansa

México tiende puentes con grúas Linden Comansa

A estrada "México - Tuxpan" é um dos principais projetos de comunicações do México que unirá o Distrito Federal com a cidade costeira de Tuxpan, no Golfo do México. Esta autopista dividirá a cidade, não só pelos 293 km de extensão da via, senão também pelas complicadas condições de relevo do país, que estão obrigando a projetar 2,5 km de pontes e 4 km de túneis, além de acarretar inúmeros desafios aos engenheiros.

No estado de Puebla, somente para o trecho entre Necaxa e Ávila Camacho, de 36,7 km de extensão, foram projetadas 16 pontes, entre as quais se destaca a Ponte de San Marcos, de 850 m de extensão. Nessa obra estão sendo usados cinco guindastes Flat-Top 21LC290 18t da Linden Comansa, que estão colaborando na construção dos pilares da ponte. Um deles, de mais de 200 m de altura, faz dessa estrutura uma das mais singulares do mundo e a segunda ponte sobre pilares mais alta do planeta, depois do viaduto de Millau, na França.

Os guindastes da ponte San Marcos contam com 18 toneladas de carga máxima e foram montadas com o alcance máximo de 74 m. Além disso, podem carregar até 2.700 kg. Quando o projeto esteja chegando ao final, os guindastes terão alcançado alturas espetaculares: desde o pilar dois até o pilar seis, as máquinas terão chegado aos 105 m,198 m, 244 m, 140 m e 75 m, respectivamente.

A distribuidora oficial da Linden Comansa no México, a Groke, é o artífice da presença desses cinco guindastes nesta etapa do projeto, concedido ao consórcio formado pela mexicana ICA e a espanhola FCC.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
A evolução do manipulador telescópico da Skyjack
Skyjack produz uma linha completa de telehandlers com sete modelos
Eletrificação das máquinas de acesso está superando o ímpeto regulatório
Impulso em direção às máquinas de construção elétrica começou com a regulamentação governamental
Dados que impulsionam as máquinas
Como os fluxos de dados de monitoramento podem reduzir custos e emissões de carbono e talvez um dia permitir que as máquinas funcionem por conta própria
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL