CEO da Metso Outotec anuncia estratégia de fortalecimento para a América do Sul

Outotec tem enfrentado o desafio da cadeia de suprimentos com foco na sustentabilidade, fortalecendo o footprint fabril de equipamentos e componentes mais próximos das operações de mineração.

CEO de Metso Outotec, Pekka Vauramo CEO de Metso Outotec, Pekka Vauramo. (Foto: metso Outotec)

Pekka Vauramo, CEO da Metso Outotec, tem uma agenda lotada em sua atual visita ao Chile. No âmbito da Semana Cesco, o executivo realizou encontros com vários dos principais players mundiais da mineração, além de liderar o evento carbono neutro “O Poder dos Elementos”, atividade organizada pela Embaixada da Finlândia no Chile e pela empresa finlandesa , que reuniu mais de 80 dos mais relevantes stakeholders da mineração no país.

Ali, realizou-se o debate denominado “Mundo Circular”, onde se discutiu o futuro da sustentabilidade na atividade mineira e a necessidade de fortalecer a economia circular, instância em que também participaram a embaixadora da Finlândia no Chile, Johanna Kotkajärvi. Diretor Executivo da Associação de Fornecedores de Mineração Industrial, conversa que foi moderada pelo Diretor Executivo da Plusmining, Juan Carlos Guajardo. Nesse sentido, Vauramo destacou como a Metso Outotec tem enfrentado o desafio da cadeia de suprimentos com foco na sustentabilidade, fortalecendo o footprint fabril de equipamentos e componentes mais próximos das operações de mineração.

“Fortalecer nossa capacidade de fabricação de ponta a ponta na América do Sul nos permite atender melhor nossos clientes nessa região e nos ajuda a gerenciar o ciclo de vida completo do produto que abrange fabricação de equipamentos, reparos e serviços de manutenção. Além disso, conseguimos ajudar nossos clientes no desafio da descarbonização ao reduzir as emissões de CO2 ao minimizar transferências longas”, disse Pekka Vauramo na atividade.

O presidente da Metso Outotec para a América do Sul, Eduardo Nilo, destacou que existem diversas iniciativas de sustentabilidade na região e “a reciclagem de revestimentos de moinhos já é uma realidade que completaremos com a instalação de um módulo de reciclagem em nossa fábrica local, um pilar fundamental no fortalecimento da mineração sustentável. Além disso, o fortalecimento de nossas capacidades na região com Bombas, ampliação da capacidade de peneiras, centros de reparos e a capacidade de suportar novos equipamentos como BQ é uma ótima notícia para nossos parceiros estratégicos enfrentarem os desafios produtivos da mineração no futuro.”

Enquanto isso, a Embaixadora da Finlândia no Chile, Johanna Kotkajärvi, destacou que “o desenvolvimento de iniciativas concretas em sustentabilidade é um fator chave de desenvolvimento nas sociedades modernas e, nesse sentido, valorizamos muito a liderança que a Metso Outotec e outras empresas estão assumindo empresas na promoção da economia circular no Chile”.

Evento Power of Elements MO Evento Power of Elements MO. (Foto: metso Outotec)
Fortalecimento de serviços e sustentabilidade na América do Sul

A líder da Metso Outotec também anunciou importantes novidades para o mercado sul-americano, dadas as perspectivas positivas para o futuro.

Por isso, o grupo de origem finlandesa tem planejado uma série de investimentos para Chile, Peru e Brasil que vão melhorar ainda mais o atendimento que presta à mineração sul-americana, por meio do crescimento de sua capacidade instalada.

Vale destacar que serão investidos 6 milhões de euros no Metso Outotec Service Center no Peru, localizado em Arequipa. O investimento está focado na ampliação da área em 600m2, que atingirá uma área total de 1.800m2. Isso gerará o aumento da capacidade de içamento com uma ponte rolante de 140 toneladas, a modernização da capacidade de usinagem com um torno vertical CNC e a implantação de equipamentos especializados para reparos na obra.

Os benefícios que esse investimento gerará serão: redução dos riscos relacionados à movimentação de cargas e trabalhos ao ar livre; aumento geral da capacidade produtiva da Central de Atendimento; desenvolvimento de projetos de retrofit no parque HPGR no Peru; Integração na oferta de propostas que envolvam reparações com aplicação do sistema pneu sobre pneu; redução dos tempos de resposta de reparo e aumento da capacidade de atendimento para reparos de turbinas.

Um pouco mais a sul, no Antofagasta Service Center, no Chile, uma instalação que completou uma década de funcionamento em março passado, serão investidos 7 milhões de euros para instalar um novo armazém de 1.200 m2, com uma nova ponte rolante com capacidade para 140 m2. . Atualmente, este centro, vocacionado para a reparação, montagem e atualização de equipamentos para centrais concentradoras, dispõe de uma infraestrutura de 15.500 m2, onde se destacam 3.600 m2 de oficinas, com 3 armazéns com pontes rolantes com capacidade de 20, 25 e 50 toneladas cada uma, sendo as duas primeiras para montagem e a maior para máquinas-ferramenta.

Da mesma forma, no Brasil, a capacidade de fabricação de telas grandes em Sorocaba foi recentemente aumentada, de 250 para 500 unidades por ano, e a capacidade de elevação para 120 toneladas. Também será feito investimento em uma nova prensa de injeção para telas de borracha, que aumentará em 50% a capacidade de produção. A unidade fabril deverá estar totalmente operacional até o final de 2023.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL