O MOD 24 e o MOD 34 combinaram-se em uma plataforma estreita com estropos e outros equipamentos.

No porto Ingeniero Buitagro da Argentina, foram utilizados tanto o MOD 24 como o MOD 34.

No porto Ingeniero Buitagro da Argentina, foram utilizados tanto o MOD 24 como o MOD 34.

A Modulift demostrou a produtividade e eficiência de suas vigas de alçamento no porto argentino Ingeniero Buitrago, ao levantar duas bobinas de aço ao mesmo tempo. A solução foi ideada pela Ortiz Fischer, que desenhou uma plataforma para carregar produtos de aço terminados a uma empresa de logística não divulgada. O MOD 24 e o MOD 34 combinaram-se em uma plataforma estreita com estropos e outros equipamentos de colocação enquanto duas bobinas de 12 toneladas eram levantadas, reduzindo pela metade o tempo necessário para completar as operações de carga no porto, que presta serviço a uma plana siderúrgica propriedade da Siderar.

O MOD 24 oferece até 24 toneladas a 5 metros (e até 8 metros a menor capacidade), enquanto o MOD 34 oferece até 34 toneladas a 6 metros (e até 10 metros a menor capacidade). A Ortiz Fischer também proporcionou correntes de grau 70, estropos de cabos e manilhas Green Pin.

Santiago Ortiz, gerente geral da Ortiz Fischer, disse que “tínhamos 30 toneladas de capacidade com o guindaste no lugar e queríamos desenhar uma solução de rigging que acelerara a carga das bobinas. Combinando as vigas, poderíamos colocar as manilhas no centro de cada rolo e carrega-las no navio ao dobre da velocidade que os métodos alternativos de carga”.

O estropos passaram-se através do centro de cada bobina antes de serem carregadas no navio.

O estropos passaram-se através do centro de cada bobina antes de serem carregadas no navio.

“O uso de duas vigas nesse tipo de configuração de içamento não é tão comum; no entanto, é uma grande ideia para levantar bobinas de aço para assim acelerar o tempo de carga”, comentou Sue Spencer, diretora técnica da Modulift.