1 AVO_Kennedy - vespucio (8)_20200703150123_139908

Vespucio Oriente, no Chile.

A Sacyr Ingeniería e Infraestructuras é uma empresa com grande presença na América Latina, e há mais de 20 anos ela desenvolve atividades em seis países, com um portfólio de mais de 30 projetos de todo tipo: edificação civil, infraestrutura de transporte, hospitais, aeroportos e outros.

A importância da região para os negócios da empresa é inegável. Durante o primeiro semestre deste ano, a América Latina representou 38% de seu faturamento, que chegou a 2,07 bilhões de euros (cerca de US$ 2,45 bilhões).

Uma breve descrição dos principais projetos da empresa pode ser vista a seguir:

Ferroviário

Dentre os projetos destacados da empresa, está o da Ferrovia Central do Uruguai, a parceria público-privada mais ambiciosa do país e o maior investimento da história. O projeto, cujo orçamento é de 735 milhões de euros (quase US$ 870 milhões), prevê a reabilitação de 273 km de ferrovias que unem a cidade de Paso de los Toros e o Porto de Montevidéu, o mais importante do país. Sua construção trará um transporte de cargas e passageiros muito mais seguro, ágil e econômico.

A obra ferroviária, encomendada pelo Ministério de Transportes e Obras Públicas do país, está a cargo do consórcio Grupo Vía Central, liderado pela Sacyr Concesiones (40%), junto com a Saceem (27%), Berkes (7%) e NGE (27%).

Rodoviário

Na área de rodovias, a empresa mantém uma forte rotina de licitações e concorrências vencidas.

Na Colômbia, por exemplo, a Sacyr desenvolve atualmente uma rede de quatro rodovias do projeto de concessões de Quarta Geração (o 4G) lançado pelo governo para melhorar a competitividade do país. Ao todo, elas somam 525 quilômetros, com investimento de 2,2 bilhões de euros (cerca de US$ 2,6 bilhões, e a geração de cerca de 9 mil empregos diretos e indiretos.

Entre os projetos em desenvolvimento, destaca-se a construção da pista dupla Pamplona-Cúcuta, a obra de rodovia mais importante do departamento de Norte de Santander. O projeto aumentará a competitividade do país e a conectividade da região com a construção de 50,2 quilômetros de novas vias (entre pista dupla e simples) e a reabilitação de 72,2 km de vias existentes.

Recentemente, obras das vias em construção alcançaram outra marca: completou-se uma das etapas básicas do Túnel de Occidente (pertencente ao projeto Autopista al Mar 1), que conectará de maneira mais ágil e segura as cidades de Medelín e Santa Fe de Antioquia.

Também no que se refere a construção rodoviária, destaca-se a participação da Sacyr na Autopista Américo Vespucio Oriente (AVO II), no Chile. Esta nova autopista urbana completará o anel viário Américo Vespucio em Santiago, que atravessará seis comunas da capital. Ela diminuirá em 30 minutos cada trajeto e beneficiará cerca de 750 mil pessoas.

Com extensão total de 9,2 km e investimentos de cerca de US$ 1 bilhão, é uma das maiores infraestruturas na América Latina.

Aeroportuário

4 Ferrocarril Central Uruguay

Ferrovia Central do Uruguai

Através do Consórcio Inti Punku, a Sacyr venceu a concorrência pelo pacote 2.2 da ampliação do aeroporto Jorge Chávez de Lima, que contempla a construção da segunda pista de aterrissagem. Com esta obra, mais a pista existente, será duplicada a capacidade de operação do aeroporto mais importante do Peru (e um dos mais importantes da América Latina).

O alcance deste pacote de trabalho inclui a construção de uma segunda pista de aterrissagem de 3.480 metros de comprimento, em uma área total de mais de 600 hectares, uma rede de mais de 10 km de novas vias de rolamento, instalação de luzes de aproximação, sistemas de balizamento, auxílio à navegação, sistemas de média tensão e equipamentos de controle e vigilância.

Saúde

No México, a Sacyr está a cargo do projeto e construção do Hospital Geral de Tláhuac, no centro do país, com capacidade para 377 leitos, oito centros cirúrgicos e 35 consultórios.

Com uma superfície a se construir de 35 mil m2, o centro de saúde terá serviços de hospitalização, cuidados intensivos, consulta externa, serviços auxiliares de diagnóstico e tratamento para atender 32 especialidades médicas. Serviços estes que beneficiarão mais de 1,3 milhão de habitantes das localidades vizinhas.

A construção da infraestrutura, que contempla investimentos próximos aos US$ 150 milhões, se realiza como projeto greenfield, e contará com a certificação de liderança em energia e design ambiental (LEED, na sigla em inglês);

O Hospital Geral de Tláhuac será o primeiro centro médico público do México a contar com sistema estrutural de isolamento sísmico.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters