1

A República Dominicana, através de seu Instituto Nacional de Recursos Hidráulicos (INDRHI), está atualmente trabalhando numa ambiciosa iniciativa de infraestrutura hídrica: o Projeto Múltiplo Monte Grande, que além de controlar o caudal do rio Yaqué del Sur, tem como objetivo a proteção contra enchentes, a geração de energia hidrelétrica, a potencialização da irrigação com finalidades agrícolas e também servir como atrativo do ecoturismo. 

O consórcio responsável pela obra é o Consórcio Monte Grande, composto pela brasileira Andrade Gutierrez (70%) e a dominicana Servinca (30%). 

Um dos aspectos essenciais do projeto corresponde à construção de uma barragem de gravidade com 55 metros de altura, que permitirá o represamento de 389 milhões de metros cúbicos. 

Impermeabilização 

A Bauer, através de sua filial na República Dominicana, foi selecionada em janeiro de 2019 para a construção de uma parede de corte de concreto plástico, cuja função é a impermeabilização da barragem. 

Estas paredes constituem uma barreira impermeável de 1.350 metros de comprimento sob as fundações da represa, e têm profundidade média de 23 metros (com uma profundidade máxima de 31 metros). “Para isso, se mobilizaram modernos equipamentos de fundação, entre os quais encontra-se uma Hidrofresadora Bauer BC40 sobre guindaste de esteiras Bauer MC96. Esta opção foi complementada com a instalação de uma planta de fabricação e processamento de lodos de perfuração Bauer BE500, dando lugar a um dos sistemas tecnológicos mais avançados neste tipo de projeto”, diz Jaime Sobrino, gerente técnico da Bauer Fundações América Latina. 

Para o desenvolvimento do projeto, os equipamentos escavam o terreno à profundidade especificada, em módulos que se interconectam e que seguidamente se preenchem com a mistura de concreto plástico. 

2

O projeto não ficou livre de desafios. Ao longo de grande parte da intervenção, apresentou-se uma configuração geológica muito heterogênea de limos, calcário, areias, rochas de diferentes conformações. Esta camada subterrânea ainda poderia estar completamente saturada (lençóis freáticos) e era relativamente fácil pré-escavar, até que ela se apresentava muito seca e compacta. Estas grandes diferenças deram lugar a um baixo rendimento de alguns dos equipamentos.

“É a primeira vez que um equipamento de hidrofresadora foi posto em ação na República Dominicana, confirmando o compromisso da Bauer em oferecer as técnicas mais sofisticadas que contribuem com o desenvolvimento das obras no país e na região de maneira mais eficiente”, comentou o representante. 

O projeto conta com a participação de 71 colaboradores da Bauer, que trazem consigo uma vasta experiência na execução de obras de fundações no país e o amplo cabedal de histórias bem sucedidas no restante do mundo, construído em décadas de atuação pela empresa alemã. 

“O respeito permanente à segurança, a aplicação e transferência de conhecimento, assim como um controle de qualidade permanente e rigoroso, foram os elementos cruciais para permitir à Bauer Fundações Dominicana superar os desafios do projeto e executar os trabalhos de acordo com as melhores práticas internacionais”, completou Sobrino.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters