A concessão duraria 50 anos e abrange investimentos de US$2 bilhões.

Há alguns dias, foi lançada a licitação internacional para modernizar o Porto de Buenos Aires por um prazo de 50 anos. O investimento privado será de US$1,37 bilhão e o público de US$540 milhões.

puerto buenos aires

“Nos primeiros 10 anos o operador privado que ganhe a licitação terá que executar obras com investimentos aproximados de US$760 milhões”, disse o ministro de Transporte argentino, Guillermo Dietrich, em coletiva de imprensa. O titular da pasta agregou que “isto serve para que o país aumente seu comércio exterior, já que nossas cargas sofreram queda nos últimos dez anos, enquanto que os portos vizinhos do Brasil e o Uruguai cresceram”.

O objetivo do governo argentino é que em maio de 2020, após a expiração da concessão dos três operadores atuais, seja somente um operador encarregado dos serviços portuários, com somente uma zona aduaneira e um único acesso ao porto.

A Administração Geral de Portos da Argentina declarou que as novas obras permitirão aumentar a capacidade de 1,4 milhão de contêineres a 2,7 milhões para 2030. O porto também terá capacidade para receber navios mais grandes, novos acessos ferroviários e um futuro terminal de cruzeiros.

Vale lembrar que o Porto de Buenos Aires é o terceiro porto mais importante da América do Sul.