Capacidade total das duas novas instalações será de 312 MW.

Enel

O Banco Europeu de Investimentos (BEI) outorgará US$150 milhões à empresa de produção de energias renováveis Enel Green Power Peru, subsidiária local do grupo Enel, para a construção e exploração de um parque eólico e uma central solar fotovoltaica atualmente em construção nesse país.

Quando ambas as instalações entrem em funcionamento, provavelmente durante o primeiro semestre de 2018, terão capacidade de 312 MW, permitindo reforçar a produção e consumo de energia limpa no Peru, diz a BEI em comunicado.

O parque eólico estará situado na zona de Nazca, a 470 quilômetros ao sul de Lima, e a central solar está sendo construída na região de Moquegua.

O BEI afirma que o apoio financeiro ao projeto está dentro das prioridades de apoiar políticas meio ambientais que permitam lutar contra a mudança climática, também fora da União Europeia, e de facilitar o desenvolvimento de projetos estratégicos, publicou o jornal peruano Gestión. O projeto também contribui a implementar os Objetivos de Desenvolvimento sugeridos pela ONU para facilitar o acesso de todos os países à energia limpa, sustentável e a preços acessíveis.

O vice-presidente do BEI, Román Escolano, destacou o acordo que contribui à luta contra a mudança climática, também fora da União Europeia. “Este projeto faz parte das nossas prioridades na América Latina. Permitirá ampliar a produção de energia limpa no Peru facilitando também o desenvolvimento de novas infraestruturas que beneficiarão a seus cidadãos”, afirmou.

Essa é a quinta operação do Banco da EU no Peru, um país aonde, até o momento, o BEI já financiou projetos de investimentos por um volume total de US$360 milhões.