O Ministério de Transportes e Comunicações (MTC) do Peru fechou um contrato por cerca de US$12,3 milhões com o consórcio Tren Lima-Ica (conformado pela China Railway, Creec Peru, Viturbio Engenharia e Fynsa Engenheiros) para a elaboração do estudo de pré-investimento em nível de perfil do chamado “Trem de Cercanías”.

O estudo deve ser realizado em um prazo de 270 dias, depois disso passará por um período de revisão e observações para cada etapa, e deve estar aprovado no final de 2020 para passar ao processo de licitação, através da agência ProInversión em 2021, caso seja declarado viável.

O denominado “Tren de Cercanías”, que unirá Lima e Ica, beneficiando a setores como Lima, Barranco, Cañete, Chinca e Ica, terá extensão de 323,7 quilômetros e deve ter investimentos por cerca de US$ 3 bilhões.

A iniciativa também deve conectar-se com a Rede Básica do Metrô de Lima e Callao, os terminais portuários de Callao e o Terminal Portuário Geral San Matín, em Pisco.