O Organismo Supervisor do Investimento em Infraestrutura de Transporte de Uso Público (Ositran) no Perum está realizando um monitoramento a 32 concessões de infraestrutura, distribuídas em cinco setores: rodovias, aeroportos, portos, ferrovias e vias navegáveis. Segundo o relatório, chamado “Investimentos reconhecidos nos contratos de concessões até agosto de 2019”, o maior progresso nas obras concessionadas é o do setor de rodovias e chega a 83,4%. Nessa linha, destacam a via IIRSA Sul, Tramo 1: Marcona – Urcos; o Tramo Vial - Mocupe - Cayaltí – Oyotún; e a Rede Vial Nº 4 - Pativilca - Porto Salaverry.

Perú

Em tanto, o setor ferroviário registra 3,6% de avanços, segundo o documento. Das 5 obras do setor que hoje estão concessionadas, duas estão por finalizar, uma delas é o Sistema Elétrico de Transporte massivo em Lima e El Callao, Linha 1, que se iniciou em 2011 e que apresenta 92,3% de progresso.

A segunda infraestrutura concessionada no setor é a Linha 2 e Ramal Avenida. Faucett - Avenida Gambetta da Rede Básica do Metrô de Lima e Callao, com data de início de concessão em 2014 e que conta com avanço de 26.46%.

A Linha 2 do Metrô de Lima terá a sua primeira etapa inaugurada em fevereiro de 2021 e inclui 5 quilômetros em 5 estações. A totalidade da obra deve ser entregue durante o segundo semestre de 2024.

Finalmente, o relatório destaca o setor aeroportuário, cuja concessão do Aeroporto Internacional Jorge Chávez, iniciada em 2001, apresenta avanço de 32,3%, segundo informou o jornal peruano, Gestión.