International Construction mostra os últimos avanços e novos modelos de escavadeiras compactas.

5a13bd4af288a

A CX17C tem um desenho zero tail que elimina o risco de bater em um obstáculo com a parte posterior durante a movimentação do equipamento.

Quando se trabalha em espaços confinados e áreas urbanas, as empreiteiras precisam de equipamentos compactos que proporcionem potência, precisão e alto rendimento, assim como a capacidade de manobrar em áreas estreitas. O mercado compacto de miniescavadeiras, que inclui máquinas de menos de 1 até 10 toneladas, está atualmente crescendo na maioria dos países, o que levou os fabricantes a lançar novos modelos. Segundo os dados da Off-Highway Research, é previsto que as vendas mundiais de escavadeiras hidráulicas, mini e retroescavadeiras experimentem quatro anos de crescimento moderado entre 2018 e 2021, superando assim as 500.000 unidades por ano ao final do período e alcançando um valor de mercado de quase US$49 bilhões.

No início de 2017, a Case lançou as suas miniescavadeiras Série C, com seis modelos entre 1,7 e 6 toneladas. Durante o ano, foram adicionados dois outros modelos, chegando a 8 toneladas. As escavadeiras são os primeiros produtos vindos da aliança estratégica da empresa com a companhia de construção e engenharia HHI. O gerente de marketing de produto da Case para miniescavadeiras, Gaston Le Chevalier de la Sauzaye, destaca que “a miniescavadeira é uma linha de produtos essencial para as empresas de construção e o tamanho do mercado aumento a cada ano”.

A Case, que recentemente comemorou o seu 175º anIversário, explica que os componentes da Série C vêm dos melhores fornecedores japoneses e muitos modelos cumprem com os padrões de emissões Tier 4 Final. Uma das principais funções dos equipamentos é um cluster digital de fácil leitura que proporciona informação útil e luzes de advertência. Por segurança, a nova série tem um interruptor de parada de emergência, alarme de viagem e um kit de manejo de objetos.

Máxima capacidade de manobra

 

As escavadeiras CX17C e CX18C possuem dimensões compactas, sendo ideais para trabalhar de maneira eficiente e com grande agilidade em lugares difíceis. A CX17C tem um desenho zero tail que elimina o risco de bater em um obstáculo com a parte posterior durante a movimentação do equipamento. Segundo a Case, a eficácia de escavação em ambos os modelos foi 5% mais alta que nas escavadeiras anteriores, e as duas possuem esteiras hidráulicas retráteis que, ao serem acionadas, fazem com que as máquinas tenham menos de um metro de largura.

Já as CX26C (2,6 toneladas) e a CX37C (3,7 toneladas) contam com uma variedade de braços compridos e curtos, o que proporciona uma profundidade de escavação máxima de 2,645 ou 2,420 mm, para o CX26C, e de 3,440 ou 3,135 mm, para o CX37C. Além das opções de comprimento do braço, é possível escolher para estes modelos contrapesos adicionais e esteiras de borracha. Esteiras de aço também estão disponíveis para a CX37C.

Ultimas novidades da Série C, a CX30C (3 toneladas) oferece uma profundidade de escavação de 2.500 ou 2.720 mm; enquanto a CX33C (3,3 toneladas) tem uma profundidade de escavação de 3.035 ou 3.335 mm.

Na parte superior da Série C estão a CX57C (5,7 toneladas) e a CX60C (6 toneladas), equipamentos que, segundo indica o fabricante, se destacam pelo conforto para o operador, com o objetivo de oferecer um dia de trabalho sem fadiga. Ambas as máquinas incluem uma espaçosa cabine com amplo espaço para as pernas, assentos ergonômicos, desenho de controle e um assento aquecido completamento ajustável.

A inglesa JCB lançou recentemente três novas miniescavadeiras com pesos operacionais entre 1,6 e 1,8 toneladas. O maquinário conta com uma carroceria de aço, dez pontos de amarração integral para facilitar o transporte sem danificar as esteiras, e um contrapeso reclinável que proporciona fácil acesso aos pontos de serviço.

Os modelos 16C-1, 18Z-1 y 19C-1 são propulsados por um motor diesel Perkins de 12.2kW adequado às próximas regulações de emissões. As máquinas trazem braço e lança em design de quatro chapas, sendo que há três dimensões de braço disponíveis, 950mm, 1100mm e 1344mm.

A 16C-1 é um equipamento especialmente pensado para locação, e que está disponível tanto com chassi fixo quanto retrátil, este último com largura de 980 a 1.330mm.

É esperado que o 18Z-1 — primeiro modelo zero tail swing de 1,7 tonelada da JCB — seja particularmente popular nos mercados do Sul europeu, onde a demanda dos clientes continua impulsionando modelos cada vez mais compactos.

O terceiro componente da nova série é a 19C-1, modelo com traseira tradicional, com opção hidráulica de engate rápido, considerado ideal para construtoras que buscam o máximo de rendimento de uma escavadeira compacta.

A JCB afirma que os compactos estão entre os mais seguros do mercado graças à estabilidade aperfeiçoada e a uma maior visibilidade em todas as direções. Os três modelos possuem envidraçamento plano fácil de trocar, e são combinados com o sistema de corte hidráulico fracionado 2Go do fabricante. A 19C-1 apresenta outra característica de segurança: as luzes de trabalho leve-me para casa, que permitem ao operador deixar a máquina e alcançar uma distância segura antes de escurecer.

Esforço em emissões

A japonesa Takeuchi lançou na Conexpo 2017 uma escavadeira a bateria com 4 toneladas chamada E240 Green Machine. “A E240 tem uma profundidade de escavação de 290mm e uma força de desagregação de 4.915 kg e, por isso, é uma máquina apta para o uso em interiores e exteriores. Ela usa um sistema hidráulico de quatro bombas e o trem de potência de acionamento silencioso faz com que seja 50% mais silencioso que o seu equivalente a diesel”, detalha Lee Padgett, especialista de produtos da companhia.

Segundo o executivo, o modelo opera com 0% de emissões e, por isso, é adequado para uso em interiores como serviços de alimentação, escolas e hospitais. “Os custos operacionais desta máquina são 90% mais baratos que o seu equivalente a diesel. Ela não precisa de óleo de motor nem filtros de combustível, e a manutenção é mínima, o que representa uma redução no tempo de inatividade e um aumento de produtividade”.

Outro fabricante sediado no Japão, a Kobelco Construction Machinery Europe (KCME), lançou no ano passado sua menor escavadeira focada no mercado europeu. O modelo SK08 tem peso operacional no solo de 1 tonelada e, pela sua estrutura superior e o mecanismo de retração de esteiras de série, consegue atravessar passagens estreitas com apenas 700mm de largura. Por isso, o equipamento é descrito pela Kobelco como uma miniescavadeira super compacta, ideal para trabalhar em áreas confinadas, como canteiros de obra residenciais, ou para ajudar a máquinas maiores na demolição de edifícios.

A SK08 tem um raio posterior de 725mm e uma projeção posterior máxima de 305 mm. O motor de alto rendimento de 7,7 kW entrega 10 kN de força de escavação e a sua categoria de trabalho inclui uma largura de escavação de 2.830 mm e uma profundidade de escavação de 1.460 mm.

A divisão britânica da japonesa Kubota aproveitou a realização do Executive Hire Show, em fevereiro, para lançar oficialmente a sua miniescavadeira KX030-4, de 2,8 toneladas. O equipamento conta com duas bombas hidráulicas variáveis, junto com uma bomba de engrenagem que permitem operações suaves e sincronizadas de escavação e nivelamento. A KX030-4 também vem com um grande piso plano, assento com suspensão total e um painel de controle ergonômico, tudo desenhado para oferecer ao operador conforto e boa visibilidade, produzindo menos fadiga.

A miniescavadeira está disponível nas versões padrão e de alta especificação, com tecnologia antirroubo e propulsão de motor Kubota Stage V. O novo modelo tem capacidade de operar simultaneamente a lança, o braço, a pá e o giro. A versão de alta especificação tem fluxos de óleo AUX 1 e 2 acionados manualmente com controle de fluxo proporcional e câmbio automático.

Conforto

O fabricante americano de maquinário e equipamentos de construção Caterpillar tem uma ampla gama de escavadeiras com uma grande variedade de pesos operacionais. Sua última miniescavadeira hidráulica, lançada em 2016, é a CAT 300.9D VPS (Versatile Power System).

De acordo com a companhia, a máquina de 1 tonelada beneficia tanto ao operador quanto à locadora ao permitir que o equipamento, junto com a sua unidade de potência hidráulica independente, funcione como o motor a diesel ou a partir de uma fonte de energia elétrica remota, sem perda de rendimento.

Com profundidade de escavação de 1.731mm e uma potência de 9,6 kW, a 300,9D VPS pode ser alugada sozinha, para aplicações regulares, ou com a unidade de potência hidráulica, quando é necessário pouco ruído e zero emissões.

O fabricante de equipamentos compactos Bobcat lançou a Série R de escavadeiras no começou do ano passado, com melhorias como uma maior estabilidade lateral, graças a um sistema padrão de rolamento de braçadeira dupla que oferece até 15% de aumento da capacidade lateral e mais estabilidade. Os modelos também contam com um aumento dos ângulos inferiores para oferecer uma maior amplitude de movimentos — as pás das escavadeiras foram aprimoradas em até 33% com um ângulo descendente máximo de 12º em alguns modelos.

A comodidade e segurança do operador também são fatores chave para a marca. Segundo a Bobcat, a série tem uma das maiores aberturas de cabine registradas da indústria, assim como janelas altas e largas com 15% a mais de superfície, uma janela superior aperfeiçoada e pilares laterais estreitos para uma maior visibilidade.

Os primeiros modelos foram as E32 e E35 na categoria de 3 e 4 toneladas, enquanto o último modelo é o E85, que se declara líder do segmento em capacidade e profundidade de escavação.

O fabricante alemão de equipamentos compactos Wacker Neuson dispõe de uma série de escavadeiras entre 1,5 e 10 toneladas. Esta seleção inclui as últimas incorporações à frota: o modelo zero tail EZ80, as escavadeiras hidráulicas ET65 e ET90, e as retroescavadeiras EW65 e EW100. Abaixo de 6 toneladas de peso operacional, destaque para a EZ53 (5,2 toneladas) e a ET16 (1,5 tonelada). Andreas Gstöttenbauer, chefe de gestão de produto, responsável pelas escavadeiras móveis, revelou que “no início de 2018 lançaremos duas novas escavadeiras na classe de 3,5 toneladas, em que incluímos importantes avanços adicionais. Os novos modelos se caracterizam por ciclos de trabalhos mais rápidos, baixos custos de manutenção e mais conforto”.