A Locar organizou o maior transporte especial jamais feito no Brasil. 

Img 20171113 160957

O peso total do transporte, considerando os equipamentos envolvidos, foi de 847 toneladas, e o comprimento total de 125 metros.

A transportadora de cargas especiais Locar teve diante de si o desafio de realizar um serviço ineditamente difícil entre outubro e novembro do ano passado. Na verdade, o maior da história do país.

A Bertling Logistics Brasil precisava transportar um gerador de 12,61 metros de comprimento, 4,51 metros de largura e 4,04 metros de altura, com peso de 361 toneladas, do Porto de Pelotas até sua termoelétrica Pampa Sul, localizada em Candiota, também no RS, a cerca de 170 quilômetros.

O peso do transporte, considerando-se os equipamentos envolvidos, foi de 847 toneladas, e o comprimento total foi de 125 metros.

Para poder realizar este trabalho, a Locar desenvolveu estudos de engenharia em todas as fases do trajeto, para avaliar possíveis interferências, como redes elétricas e viadutos, tendo inclusive que reforçar alguns destes elementos. “A complexidade do transporte fez com que todo o trajeto fosse crítico, e objeto de muita atenção”, afirma a empresa em comunicado.

O trajeto

A Locar dividiu o processo de transporte em três etapas: 1) do Porto de Pelotas à cidade de Pelotas, trajeto de oito quilômetros que se realizou sobre 14 eixos. 2) de Pelotas a Candiota, 150 km que se percorreram em três dias. 3) de Candiota até a térmica de Pampa Sul, estrada de aproximadamente 10 quilômetros que foi percorrida sobre doze eixos.

Segundo a empresa, os principais desafios foram a obtenção das licenças por parte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, dado que o projeto seria o maior transporte rodoviário a integrar entidades como o próprio DNIT, a Polícia Rodoviária Federal e empresas de eletricidade, telefonia, tráfego e outras.

Equipamento

Entre os equipamentos utilizados pela Locar para o inédito projeto destacam-se 44 linhas de eixo Goldhofer, com 352 pneus; uma viga Commeto com 20 metros de comprimento, única no Brasil capas de usar 22 eixos centralizados em cada distribuidor; dois caminhões Oshkosh de 500 HP com tração 6x6, um Scania R500 6x4 e um Scania G470 6x4; um guindaste pórtico com capacidade para 600 toneladas e dois guindastes telescópicos com capacidade de 80 toneladas.

Temas