Votorantim logo

Votorantim logo

A Votorantim Cimentos anunciou a construção de uma fábrica de cimentos de US$ 146 milhões no Uruguai, em parceria com dois sócios. A unidade, que ficará pronta em 2014, é mais um passo da gigante nacional na busca de soluções econômicas para o abastecimento do mercado brasileiro.

De acordo com o presidente da empresa, Walter Schalka, fabricar no Uruguai e exportar para o Brasil representará um corte de custos da ordem de 15% em relação às unidades nacionais.

Segundo Schalka, a fábrica - que ficará na capital da província de Treinta y Tres, a cerca de 250 quilômetros da fronteira com o Brasil - foi pensada para atender o Rio Grande do Sul, onde não há jazidas de calcário disponíveis. A unidade terá capacidade de produzir 750 mil toneladas de cimento ao ano e abastecerá basicamente o mercado brasileiro. "Mais de 80% da produção terá o Brasil como destino", explica o executivo.

O presidente da Votorantim Cimentos diz que não faria sentido construir uma unidade visando o consumo uruguaio, por conta da baixa demanda local. A nova planta se viabilizou graças à jazida de calcário que a Votorantim detém no país há cerca de dez anos.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters