Divisão de construção do grupo sueco viu vendas subirem 27% no ano passado.

A Volvo Construction Equipment fechou 2018 com força, não apenas obtendo seu melhor resultado financeiro anual na história, mas também ajudando o Grupo Volvo a conseguir resultados recorde. O crescimento nos negócios de máquinas e serviços, o aumento na demanda da construção, infraestrutura e mineração em todos os principais mercados foram os fatores que ajudaram a VCE a conseguir melhores vendas, receitas operacionais e número de pedidos.

Volvo

No quarto trimestre do ano passado, as vendas líquidas aumentaram 21%, ficando em 20,3 bilhões de coroas suecas (cerca de US$ 2,5 bilhões). As receitas operacionais aumentaram 19% e chegaram a 2,1 bilhões de coroas (pouco menos de US$ 240 milhões), o que corresponde a uma margem operacional de 10,6%.

Para o ano completo, as vendas líquidas aumentaram em 27%, ficando em cerca de US$ 9,26 bilhões. A receita operacional ajustada aumentou e ficou em US$ 1,24 bilhão, o que corresponde a uma margem operacional de 13,4%.

A demanda na Europa melhorou no quarto trimestre e aumentou em 12% no final de novembro, graças ao forte crescimento na Rússia e ao crescimento moderado no Reino Unido, França, Itália e Alemanha.

A América do Norte aumentou em 16% em comparação com o mesmo período de 2017, graças a uma maior demanda por escavadeiras (as escavadeiras compactas aumentaram em 10%, as maiores em 23%).

Por sua vez, a América do Sul registrou um salto de 20%, mobilizado principalmente pelo crescimento no Brasil.

Excluindo a China, os mercados asiáticos aumentaram 11% em comparação com o ano anterior, em função de uma recuperação no mercado indiano. O mercado chinês cresceu 35% acima de 2017, motivado por uma maior demanda por escavadeiras (compactas e de uso geral) e carregadeiras de rodas.

“2018 foi o ano recorde para a Volvo CE, impulsionado pela boa demanda das principais regiões nos setores de construção, infraestrutura e mineração”, afirmou Melker Jernberg, presidente da divisão de construção da marca sueca. “No futuro, vemos um maior potencial para aumentar a flexibilidade do nosso volume na cadeia de fornecimento, melhorar a qualidade e fazer crescer nosso negócio de serviços. Um negócio de serviços ainda mais sólido significa que podemos dar melhor suporte aos nossos clientes e também equilibrar melhor a ciclicidade nas vendas de equipamentos de construção”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters