O Haulotte Group informou que seu faturamento semestral caiu 35% em comparação com o mesmo período do ano passado. As vendas de equipamentos caíram 36%, ficando em 195,6 milhões de euros, em comparação com os 305,8 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, enquanto os contratos de locação direta caíram de 11 milhões de euros para 6,8 milhões de euros. Os serviços prestados pelo grupo saíram de 25,8 milhões de euros para 20,3 milhões.

Haulotte

A empresa francesa afirmou que a Covid-19 impactou as suas atividades em todas as regiões do mundo desde o início de 2020. As vendas na Europa caíram 39%, enquanto na região Ásia Pacífico a venda semestral se reduziu 23%, apesar da forte recuperação do mercado de equipamentos de elevação e acesso na China no segundo trimestre.

O mercado norte-americano deu à Haulotte uma redução nas vendas de 28%, enquanto na América Latina a queda nas vendas foi de 47%.

O resultado operacional corrente (excluídas as perdas e os ganhos cambiais) se reduziu em 78%, ficando em 5,2 milhões de euros.

“Em um ambiente de muita incerteza, em que a falta de visibilidade continua sendo uma realidade, a Haulotte prevê uma redução nas vendas de entre 25% e 30% em 2020, e uma receita operacional real (excluindo efeitos cambiais) que deverá permanecer positiva ao final do ano”, diz a empresa em comunicado.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters