Administração municipal vai duplicar avenidas e construir túneis, entre outras obras.

Depois de avaliar vários projetos, a direção de Mobilidade Urbana de Montevidéu, capital do Uruguai, se decidiu pela opção de descongestionar a Avenida Itália, principal artéria viária da cidade.

Segundo o diretor do órgão público, Pablo Inthamoussu, “queremos aumentar a capacidade do trânsito, a velocidade de circulação e integrar as bicicletas ao trânsito do centro. São três as grandes obras que começarão este ano e farão a Avenida Itália ficar congestionada em todo o ano de 2018. A maior e de maior duração será o túnel na interseção com a Centenário, o ponto mais engarrafado da cidade”.

O túnel terá duas pistas em cada sentido. Outras duas pistas em ambos os sentidos vão passar por fora, e conectarão tanto com a avenida Ricaldoni como com a Manuel Albo, avenida Garibaldi, 8 de outubro e Centenário.

A obra, que começará em junho e demorará entre 12 e 14 meses, custará cerca de US$ 19,3 milhões, valor que será financiado com o Fundo Capital.

Além disso, começará em breve a obra na ligação entre as avenidas Gallinal e Bolivia, cuja intervenção será a feitura de mais uma pista em ambos os sentidos. O projeto, de US$ 4 milhões, será financiado pelo Fundo de Infraestrutura Metropolitana de Montevidéu.

Somado a tudo isto, há vários projetos menores que complementarão o plano de aumentar a capacidade de circulação e reduzir tempos de viagem no centro de Montevidéu. Por exemplo, repavimentações e ciclovias consumirão mais US$ 2 milhões.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters