Infraestrutura será dedicada à movimentação de celulose e produtos químicos.

UPM Uurguay

Celulose

O porto de Montevidéu, capital do Uruguai, deverá ganhar um novo terminal destinado a celulose e produtos químicos. O novo anexo do terminal deverá ter que adentrar o mar em pelo menos quatro hectares.

O projeto inclui também seis novas linhas ferroviárias para chegar ao porto, através das quais os carregamentos de celulose chegarão por duas linhas exclusivas. Nove grandes silos para armazenamento dos produtos, uma oficina de manutenção, um edifício administrativo e outras infraestruturas menores também fazem parte do projeto.

O novo terminal será o porto de embarque da celulose que a empresa multinacional UPM ainda pretende construir no departamento de Durazno. Quando o novo terminal entrar em operação, a previsão é de que haverá chegada de 30 caminhões e sete trens diariamente. O investimento é de US$ 260 milhões.

Atualmente, as autoridades envolvidas estão em processo de fazer as consultas públicas e audiências sobre o projeto, a fim de prever compensações a eventuais afetados.

 

 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters