Efeito é previsto pelo setor de construção do México.

A Associação Mexicana da Indústria da Construção (AMIC) calcula que o orçamento de obras de infraestrutura para o ano de 2019 poderá aumentar entre 10% e 15% graças às sobretaxas impostas pelos Estados Unidos ao aço.

José Manuel Payán Ramos, presidente da AMIC, explicou que o reajuste ainda não afetou a maioria dos construtores porque nos dias atuais há pouca obra pública em execução no México.

Mas ele advertiu que as empresas que estejam fazendo obra pública por meio de construtoras “deverão fazer um reajuste à alta, dado que todas têm tetos orçamentários. Se não fizerem, as obras podem ficar sem conclusão”, disse ele.

 

 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters