A construtora Strabag SE informou um volume de produção de 7,5 bilhões de euros no primeiro semestre de 2019, resultado 9% acima do obtido no mesmo período do ano passado pela empresa. O número, segundo a empresa, foi devido à Alemanha, pela construção de edifícios na Áustria, pela execução de uma carteira de pedidos na Hungria e a um projeto de larga escala no Reino Unido. O faturamento cresceu 11%.

STRABAG_Colombia-project-bridge1

Strabag em ação na Colômbia.

“Podemos estar satisfeitos com o desenvolvimento do Grupo Strabag nos primeiros seis meses de 2019: os lucros cresceram ainda mais do que o volume de produção, e a carteira de pedidos se manteve, uma vez mais devido a numerosos grandes contratos, quase estáveis em níveis muito altos. Hoje estamos mais bem posicionados do que nunca. Justo agora, quando as coisas vão bem para nossa empresa, estamos tomando precauções para conseguir continuar obtendo objetivos de longo prazo, por exemplo, nosso objetivo de termos uma margem EBIT de 4% para 2022”, diz a empresa.

Carteira

A carteira de contratos em 30 de junho de 2019 ficou ligeiramente menor, 3% a menos do que no mesmo momento do ano passado. As reduções se registraram na Áustria, Alemanha e países do Leste europeu. Mas um grande contrato no Reino Unido compensou estas oscilações.

Panorama

Para o ano fiscal de 2019, a Strabag continua esperando que a produção supere a marca de 16 bilhões de euros. Por segmentos, agora se espera uma diminuição nas divisões internacionais + especiais com aumentos no norte +oeste e no sul + leste. O prognóstico para margem EBIT se mantém em ao menos 3,3%.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters