O setor de máquinas de construção no Brasil espera um novo ano de crescimento em 2020. De acordo com as primeiras sondagens com representantes das principais empresas do segmento que fabricam no país, o aumento nas vendas com relação a 2019 pode chegar a 20%.

De acordo com o Estudo Sobratema de Equipamentos de Construção, realizado anualmente pela entidade que representa o setor, em 2019 foram vendidas no Brasil 16,6 mil unidades de máquinas de linha amarela, representando um crescimento de 31% frente as 12,7 mil unidades que haviam sido vendidas em 2018.

Trata-se de uma realidade muito melhor do que aquela verificada nos anos de profunda crise econômica no Brasil (2014 a 2017), quando o mercado de máquinas de construção caiu de cerca de 30 mil unidades/ano para nada mais do que 8 mil unidades/ano.

As previsões podem se confirmar caso realmente cheguem os investimentos estrangeiros que o país espera receber com seu programa de privatizações e concessões de infraestrutura.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters