Representantes de empresas de aditivos para concreto formaram um grupo especial dentro do Instituto Brasileiro de Impermeabilização (IBI). A Câmara Setorial de Aditivos inicia seu trabalho sob a coordenação do engenheiro Shingiro Tokudome, gerente executivo da MC Bauchemie, empresa alemã de químicos para a construção que tem fábrica em Vargem Grande Paulista.

A intenção do grupo de aditivos é educar o mercado e criar espaço para uma utilização mais ampla e melhor dos aditivos impermeabilizantes no concreto que é produzido para obras no país.

Os aditivos impermeabilizantes geram reações químicas no processo de hidratação do cimento. Elas formam bloqueios à formação da rede capilar do concreto endurecido, o que dá à estrutura uma intensa solidez impermeável. Como se sabe, é vital para a saúde da estrutura de concreto evitar que a água adentre pela rede capilar.

“Até o momento já foram criados dois manuais de utilização de aditivos para concreto com o objetivo de esclarecer o usuário sobre os cuidados a serem observados, as características técnicas dos aditivos de acordo com os insumos, a influência da temperatura do concreto e do ambiente externo, assim como o layout da localização e proteção dos tanques de armazenamento“, disse Shingiro Tokudome.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters