Planta de ciclo combinado no Porto de Sergipe terá capacidade de gerar 1.551 MW.

termoelectrica

A empresa Centrais Elétricas de Sergipe (CELSE) irá construir um projeto de ciclo combinado composto por uma central termoelétrica, uma linha de transmissão, uma unidade de armazenamento e regasificação flutuante de GNL e um gasoduto submarino. O GNL será fornecido à unidade de regasificação através de navios tanque.

Estão consideradas as obras de uma linha de transmissão de 500 kV e 34,2 quilômetros, que conectará a subestação do Porto de Sergipe com a subestação Jardim, em Nossa Senhora do Socorro, de acordo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Sergipe usará como combustível o gás natural liquefeito, fonte fóssil que menos emite carbono. A potência instalada da termoelétrica (1.551 MW) ajudará o país a incrementar sua segurança energética, enquanto continua em expansão a instalação de projetos de energia renovável não convencional.

O projeto será financiado pelo BID Invest através de três empréstimos: um em capitais nacionais, equivalente a US$ 194 milhões; outro outorgado pelo BID Invest por US$ 38 milhões; e finalmente um empréstimo do Fundo Chinês para o Cofinanciamento do Setor Privado das Américas. A operação se completa com um empréstimo de US$ 200 milhões de parte da Corporação Financeira Internacional (IFC) e uma emissão de títulos de cerca de US$ 1 bilhão a taxa fixa e longo prazo no mercado internacional.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters