línea 6 laranja

O governo do estado de São Paulo anunciou a contratação da construtora espanhola Acciona para concluir as obras e operar a concessão do projeto Linha 6 Laranja do metrô da capital paulista.

O projeto começou em 2008, mas uma longa lista de problemas acabou parando a construção. Houve um momento em que a obra chegou a ser dada como inviável, tais foram os problemas acumulados.

O principal deles foi com o anterior consórcio responsável pela obra, que era formado por Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC. Durante as fases iniciais da Lava Jato, as empresas não puderam continuar os trabalhos, mas a transição de contrato para uma nova construtora não pôde se realizar por impedimentos jurídicos.

Agora, o governo estadual conseguiu declarar a plena caducidade do contrato anterior, e conseguiu negociar com a Acciona a retomada dos trabalhos. Calcula-se que em cerca de 90 dias após a assinatura do novo contrato, prevista para 7 de julho, os trabalhos devem ser retomados nos canteiros.

A notícia é bem-vinda especialmente para os trabalhadores da construção, que durante a pandemia viram seu nível de emprego cair. O reinício da obra deve criar ao redor de 9 mil postos de trabalho.

A Linha 6 Laranja do metrô de São Paulo tem 15 quilômetros e 15 estações. Seu trajeto perpassa uma grande área de centros universitários e alcança o bairro de Brasilândia, periferia do norte da cidade.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters

Temas