Com US$ 430 milhões, o país quer ser a via entre portos do Brasil e Argentina com os do Chile.

corredor bioceanico2

O Ministério de Obras Públicas e Comunicações do Paraguai assinou contrato para construção e pavimentação de 227 quilômetros de estrada entre Loma Plata, na região paraguaia do Chaco, e a fronteira com o Brasil, na cidade de Carmelo Peralta.

O investimento neste projeto deverá alcançar US$ 430 milhões. A primeira etapa da obra durará três anos. O grupo a cargo do Consórcio Corredor Vial Bioceánico está integrado pela Queiroz Galvão e pela Ocho A, do Paraguai.

O primeiro trecho construído melhorará a conectividade entre Brasil, Paraguai e Argentina, mas almeja-se que um outro trecho chegue a conectar o Paraguai ao porto de Antofagasta, no Chile.

Além disso, o projeto espera também construir uma nova ponte internacional com o Brasil, neste caso entre Carmelo Peralta e Puerto Murtinho. Graças a isto, os exportadores brasileiros terão uma rota mais para chegar aos portos chilenos, conseguindo então novo acesso ao Oceano Pacífico.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters