Brasil continua sendo o maior produtor da região, com 53% do aço da região.

A produção de aço cru na América Latina entre janeiro e novembro de 2018 alcançou 60 milhões de toneladas (mt), 2% a mais ao que foi produzido no mesmo período de 2017, quando se chegou às 59 mt. O Brasil continua sendo o principal produtor da região, com 53% do aço fabricado em 2018, e um crescimento também de 2% com relação ao mesmo período de 2017. Não obstante, em novembro, o volume de aço produzido na região alcançou 5,3 mt, 4% menor do que no mesmo mês de 2017 e 5% a manos do que em outubro de 2018.

Por outro lado, a produção de aço laminado janeiro-novembro de 2018 chegou a 49,9 mt, 3% a mais do que em 2017. Neste segmento, o principal produtor da região também é o Brasil, que produziu 21,5 mt, e o México produziu 17,6 mt. Respectivamente, 43% e 35% da produção latino-americana.

Do total latino-americano entre janeiro e novembro de 2018, 49% correspondem a produtos planos (24 mt), 48% a produtos longos (24 mt) e 3% são tubos sem costura (1,6 mt).

Pelo lado do consumo, nos primeiros dez meses do ano o aço laminado registrou 56,2 mt, o que ficou quase sem variação com relação ao registrado no mesmo período de 2017. Os países que registraram crescimento no consumo de aço no período em 2018 foram o Brasil (8%), Argentina (5%) e Uruguai (20%). No mesmo período, México, Peru e Venezuela registraram quedas, respectivamente, de 5%, 20% e 62%.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters