muelle montevideo

A empresa Saceem, em conjunto com a francesa Soletanche-Bachy e a belga Dredging International, conformaram um consórcio para as obras do Terminal D do porto de Montevidéu, em junho de 2016. Agora, estão entregando a construção.

O projeto teve um custo próximo aos US$ 82 milhões, e se tratou da ampliação do deque C, que foi inaugurado em 2015 e construído pelo mesmo consórcio. A ampliação consistiu na construção de um molhe de 180 metros de comprimento, 34 de largura e uma superfície de 4 mil metros quadrados. “Esta estrutura é para uma profundidade de 14 metros, o que o faz um deque de águas profundas, capaz de atracar vários tipos de navio”, disse durante a inauguração o diretor da construtora uruguaia Saceem, Alejandro Rubial.

Em entrevista à imprensa local, o executivo uruguaio explicou que “realizamos uma dragagem e ali começamos a instalar os 380 pilares metálicos, de um metro de diâmetro, que depois foram concretados. Depois que ficaram prontos, eles receberam a estrutura superior de pré-fabricados. Então, pavimentou-se por cima disto a camada de rolamento, a partir de mistura asfáltica. Além disso, o molhe foi desenhado para suportar a carga de cinco toneladas por metro quadrado, e permite, se for necessário, a instalação de trilhos para movimento de guindastes portuários”.

A Saceem e a Soletanche-Bachy também trabalharam juntas na construção do Terminal Cuenca del Plata, especializado em contêineres, no molhe C. E, por sua vez, a uruguaia venceu sozinha a licitação para construção de um viaduto de acesso ao lado norte do porto, obra que vai separar o tráfego de veículos leves e caminhões, além de abrir espaço para que no futuro a Ferrovia Central chegue ao porto por baixo dele.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters