Ponte Cau Cau foi construída com falhas de projeto, e chegou-se a discutir sua demolição. 

Puente Cau Cau

Ponte Cau Cau

Depois de cerca de dois meses da inauguração de maneira parcial da ponte Cau Cau, na cidade chilena de Valdivia, aparecem opiniões no sentido de manter a estrutura e reparar os problemas. Colocada em funcionamento mesmo com falhas estruturais, a ponte foi colocada em funcionamento sob limitações e chegou-se a discutir sua demolição, mesmo com o investimento de US$ 26 milhões para a construção.

Uma análise da consultoria Modjeski and Masters, dos Estados Unidos, concluiu que a ponte pode ser restaurada para que funcione de maneira basculante, que é o projeto original. Hoje, ela bascula apenas duas vezes por mês para permitir a passagem de embarcações.

A fim de retomar o funcionamento normal da ponte, o governo admite investir mais US$ 6,5 milhões, e prevê um prazo de final de 2020 para a entrega da infraestrutura terminada. “A estrutura da ponte está sã, os consertos que devem ser feitos são menores, deve-se substituir o sistema mecânico de levantamento e o sistema elétrico, e por isso ela é perfeitamente usável após as reformas”, disse o ministro de Obras Públicas Juan Andrés Fontaine. “Temos que iniciar o projeto de engenharia da solução, para pedir então as cotações e designar logo o trabalho de conserto”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters