concentradora

Um consórcio composto pelas construtoras Cosapi (peruana) e Sigdo Koppers (chilena) foi o vencedor da licitação para as obras civis e montagens do sistema de flutuação e espessamento no Projeto de Ampliação da Planta Concentradora de Minérios de Quebrada Blanca, no norte do Chile.

Ali deverão ser processadas mais de 300 mil toneladas de cobre por ano, nos cinco primeiros anos de vida da jazida. A mina já está entre os 20 maiores produtores de cobre do mundo, e está a cargo da Teck Resources Limited, que possui uma participação indireta e 60% da Companhia Minera Teck Quebrada Blanca SA. Já a Sumitomo Metal Mining e Sumitomo Corporation são proprietárias de 30% do empreendimento, e finalmente a ENAMI, estatal chilena, tem 10% de participação no projeto.

O alcance do projeto de construção no Chile consiste em obras civis, instalações eletromecânicas das áreas de flutuação, espessamento, moinhos, planta de molibdênio e instalação de sistema de tubulação de serviços.

A obra de ampliação da mina propriamente dita é de responsabilidade da Bechtel, empresa construtora norte-americana que tem divisão especializada em obras de mineração. Já as obras da planta de concentração a cargo das construtoras latino-americanas têm prazo de 24 meses e criará cerca de 1 mil postos de trabalho.

 

 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters