A pretoleira colombiana Ecopetrol divulgou que sua divisão de produção de asfalto cresceu 47% nos primeiros seis meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado.

A empresa vendeu no 212.888 toneladas de asfalto, número mais alto dos últimos três anos. Segundo a Ecopetrol, a reativação de megaprojetos de infraestrutura rodoviária na Colômbia foi o determinante para o crescimento. “O aumento na demanda doméstica foi de 30%, passando de 131.457 toneladas no primeiro semestre de 2018 para 170.477 toneladas no mesmo período este ano”, diz a empresa.

A melhor produtividade da refinaria de Barrancabermeja, e o aumento nos preços internacionais, levaram a exportação de asfalto colombiano a aumentar 216% no semestre, passando de 13.421 toneladas para 42.409 toneladas este ano no primeiro semestre.

Os principais destinos do insumo produzido no país são os Estados Unidos, Porto Rico e Bolívia. O aumento na demanda levou a Ecopetrol a prever o uso de outra refinaria para a produção de cimento asfáltico de petróleo. A refinaria de Apiay deverá passar a produzir 3 mil toneladas mensais a partir de agora.

“Estamos aproveitando a dinâmica do mercado nacional para aumentar nossas vendas, ao mesmo tempo que apostamos em nosso posicionamento no mercado local de asfalto, e não descartamos enviar o CAP colombiano para a Ásia e a Europa”, disse Pedro Manrique, vice-presidente comercial da Ecopetrol.

A empresa prevê que a demanda no mercado permanecerá constante. No mercado interno, pode superar 350 mil toneladas e no mercado internacional o ano de 2019 poderia fechar com 70 mil toneladas exportadas.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters