Ideia é ser o único provedor do insumo em toda uma imensa área onde há projetos de obras.

Pacasmayo

A fim de ampliar sua cobertura no mercado peruano, a cimenteira Cementos Pacasmayo, nacional daquele país, iniciou a operação de sua fábrica em Iquitos, na Amazônia peruana.

A fábrica representa um novo capítulo no fornecimento de cimento para construções naquela região isolada do Peru. Até agora, a fábrica de cimento mais próxima se localizava a cerca de 270 quilômetros, e isolada por um rio, exigindo o transporte fluvial do cimento até ali. Além disso, a instalação goza de benefícios fiscais para empreendimentos nesta região remota do Peru.

A fábrica já tem seu primeiro grande contrato fechado, para o fornecimento de cimento para as obras do aeroporto Chiclayo, na costa norte do país. “Esta fábrica é um passo a mais na direção de nos tornarmos um provedor líder em soluções de construção em 2030”, disse o gerente geral da cimenteira Humberto Nadal.

A modernização do aeroporto de Chiclayo foi contratada à construtora espanhola Sacyr, e as obras começaram em janeiro. Outros projetos nas proximidades da nova fábrica despertam o interesse da Pacasmayo, como o aeroporto de Piura e as obras de reconstrução das regiões atingidas pelas grandes chuvas de 2016/17.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters