Projeto permitirá ao país produzir gasolina e diesel mais limpos.

As empresas Repsol e Sacyr Peru anunciaram o fim dos trabalhos de ampliação da refinaria La Pampilla. O objetivo era a construção de plantas de dessulfuração de combustíveis para a produção de diesel e gasolinas de 50 ppm de conteúdo de enxofre. A ideia é que o bloco de destilados médios, terminado em 2016, produza combustíveis de baixa concentração de enxofre, enquanto o outro bloco produzirá também gasolinas mais limpas.

No projeto executado pelo Consórcio Sacyr Industrial, foram usados 17 mil metros cúbicos de concreto, 2.230 toneladas de estruturas metálicas e outros insumos. “A Sacyr Industrial conta com grande experiência no setor de petróleo e gás tanto no Peru como em toda a região andina. Tivemos que aplicar os mais altos padrões de qualidade e segurança nos trabalhos realizados, com excelentes resultados. Um bom exemplo disto, e de que o sentimos muito orgulhosos, foi ter conseguido superar a marca de 5 milhões de horas-homem (cerca de quatro anos) sem nenhum acidente”, afirmou Javier Fuentes, representante da Sacyr Industrial no Peru.

Para o evento de inauguração, estiveram presentes o presidente do Peru Martín Vizcarra, o rei da Espanha Felipe VI, o vice-presidente da Repsol Antonio Brufau, e o presidente da Sacyr Manuel Enrique, entre várias outras autoridades.

A Sacyr tem outros 15 contratos no Peru, entre os quais se destacam os projetos de Villa María del Triunfo, para ao Jogos Panamericanos de Lima 2019, e a concessão do Trecho 2 da rodovia Longitudinal de la Sierra.

 

 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters