Valor é saldo de um projeto de US$ 15 bilhões, cuja execução está perto da metade.

Segundo o Órgão Supervisor do Investimento em Infraestrutura de Transporte de Uso Público do Peru, Ositran, o país deverá investir de agora a cinco anos um valor de US$ 7,7 bilhões em projetos rodoviários. Segundo a presidente da instância pública, Veronica Zambrano, já se investiram US$ 7,3 bilhões de um plano que originalmente contempla US$ 15 bilhões, o que leva a que o avanço deste plano no Peru tenha sido de cerca de 48%.

A autoridade também detalhou que na malha viária nacional o total de rodovias concedidas à iniciativa privada é de 4%, ou 6,8 mil km. “A Ositran é responsável pelas principais estradas do país, as mais transitadas, e embora exista a sensação de que toda a malha viária está sob concessão, mas em mãos de privados está apenas 4% do total”.

No caso de concessões ferroviárias, há compromissos de investimento de US$ 1,5 bilhão, com avanço de 1,3 mil quilômetros de obras e melhoramentos das ferrovias. Na parte de aeroportos, os compromissos de investimento em 24 aeroportos alcançam US$ 1,5 bilhão também, com um terço de progresso nos projetos. Além disso, o setor portuário tem investimentos de US$ 2,5 bilhões, dos quais já foi executado US$ 1,4 bilhão. “O setor portuário é o que menos problemas tem, diferentemente de rodovias, que é onde mais problemas aparecem”, afirmou Veronica Zambrano.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters