Empresa espera aumentar produção de areia manufaturada.

pedreira lajeado

A produção de areias industriais está se tornando mais comum entre empresários do setor de agregados pétreos. Assim, o novo insumo se usa em vários tipos de traço de concreto estrutural, lajes, blocos, pisos e tubulações para filtragem e tratamento de águas.

A pedreira Lageado, localizada no estado de São Paulo, consciente da tendência, adquiriu recentemente equipamentos Metso para produzir areia industrial que será, depois, usada para produção de concretos e asfaltos.

O gerente da empresa, Marcos Santos, admitiu que “hoje com os equipamentos Metso podemos produzir 75 toneladas de areia manufaturada por hora, e estimamos que ao finalizar este semestre teremos vendido 70% de nossa produção, o que seria 20% a mais do que no ano passado”.

“Começamos a produzir areia manufaturada para reduzir o impacto ambiental. Acabamos entrando em um novo mercado e estamos tendo benefícios financeiros. Em pouco mais de um ano, recuperamos o valor investido e continuamos vendo aumento nos pedidos”, relata Santos.

Marcelo Motti, vice-presidente da Metso Brasil, explica que o mercado de areia manufaturada está crescendo à medida que as empresas se tornam conscientes do dano ambiental causado pela extração de areia natural. Neste sentido, o executivo destaca que entre as vantagens da areia industrial está a economia no uso de cimento. “Há ausência de impurezas orgânicas e de argila, além de uma maior adesão à pasta de cimento”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters

Temas