Recente projeto entregou 30 km de pavimento de concreto na Patagônia. Método cresce no país.

Sur de chile pavimento concreto

Onaisín - San Sebastián

Embora o Chile seja um dos países com maior nível de pavimentação de suas estradas na América Latina, em comparação de porcentuais, o país continua vivendo um drama comum a toda a região: a lentidão do avanço em suas pavimentações.

Apesar disso, o método de pavimentação com concreto vem ajudando a mudar esta realidade. Assim, neste novembro, o Ministério de Obras Públicas abriu para o trânsito os primeiros 30 quilômetros de novo pavimento – feito inteiramente em concreto de cimento Portland – entre Onaisín e San Sebastián, no extremo sul do país.

O projeto tem 82% de avanço, e consiste no melhoramento da rodovia internacional 257-CH, que conecta o sul do Chile com o sul da Argentina (na província de Terra do Fogo). Em total, são 45 km de estrada na Patagônia dos dois países que receberão pavimento de concreto.

Nível de pavimentação

O Chile tem 24% de suas estradas com algum tipo de pavimento, e apenas a sua Região Metropolitana (grande Santiago) chega a ter mais de 50% de sua infraestrutura viária com pavimento.

O país se destaca por ser um dos latino-americanos onde a experiência de pavimentos de concreto encontra melhor acolhida.

O governo prevê para os próximos quatro anos a criação de condições mínimas de uso em estradas vicinais e caminhos básicos, a uma proporção de 3.300 km por ano. Destes, haverá parte que receberá pavimento final e parte que receberá apenas cascalho.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters