Porto de águas fluviais dobrou capacidade de armazenamento de grãos.

paraguay concepcion

Um milhão de toneladas de soja, procedente de Mato Grosso do Sul, vai inaugurar as operações no novo Porto de Concepción no Paraguai. A empresa Baden SA, que tem a concessão do porto, prevê a inauguração da reforma feita ali para esta semana, em consequência de sua aliança estratégica e comercial com a Associação Nacional de Navegação e Portos do país.

A reabertura do porto de águas fluviais de Concepción deverá facilitar a vida dos produtores de soja e outros grãos do MS, que tem produção estimada de 20 milhões de toneladas ano. Hoje, os grãos devem ir até o litoral brasileiro, percorrendo mais de 1 mil km, para serem exportados. Usando o terminal de Concecpción, 600 km de percurso serão economizados.

Os trabalhos consistiram na duplicação da capacidade de armazenamento dos grãos, ampliação do volume disponível de silos, melhoramento na infraestrutura administrativa e no terminal de combustíveis e outros pontos. O porto fica na ribeira do rio Paraguai, tem aproximadamente 12 hectares e foi construído em meados dos anos 90.

A reforma foi feita graças a um acordo entre o governo do Paraguai e a associação de produtores rurais de Campo Grande, capital sul-matogrossense, em que as partes concordaram que este ano o volume de soja que ingressará por Pedro Juan Caballero será transportado em partes iguais por caminhoneiros paraguaios e brasileiros em caminhões convencionais, ficando suspenso o uso de bi-trens até a próxima colheita.

As obras se iniciaram no final de junho de 2017, e o investimento inicial foi de US$ 4 milhões. Agora, a concessionária tem a obrigação de investir outros US$ 11 milhões ao longo dos próximos anos.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters