O Ministério da Saúde do Panamá autorizou em 13 de abril a reativação da construção da ponte binacional sobre o rio Sixaola, que ligará o país com a Costa Rica.

A obra havia sido suspensa em 26 de março pelo decreto 506, o mesmo que paralisou toda a atividade de construção em território panamenho, devido ao Coronavírus. No Panamá, a doença já contaminou 3.472 pessoas e provocou 94 mortes.

Segundo a imprensa panamenha, a autorização para retomada dos trabalhos foi dada após reunião de entidades sindicais do setor com o Ministério da Saúde.

O projeto

Os trabalhos na ponte binacional sobre o rio Sixaloa tinham em fevereiro 72% de andamento, e a maior parte da obra se concentrava no lado panamenho. O tabuleiro principal dos primeiros três vãos, no lado costarriquenho, já está concluído. Na penúltima semana de abril serão lançadas as vigas do quarto vão, que fica no lado panamenho. O quinto e último vão é o de chegada à terra no Panamá.

O projeto consume investimentos de cerca de US$ 25 milhões, e está a cargo de um consórcio formado pelas empresas MECO (Costa Rica), Cal & Mayor, e Mexpresa (ambas mexicanas). Deve estar concluído no terceiro trimestre deste ano.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters