Metro de Quito

As empresas Movilidad y Obras Públicas e Metro de Quito anunciaram na segunda-feira que as obras do metrô da capital do Equador estão suspensas devido ao Coronavírus. A obra vai ficar parada até que estejam restauradas as condições de segurança sanitária e os operários possam voltar à normalidade.

A megaobra tem mais de 2 mil trabalhadores nas suas 15 estações. Como são locais de trabalho confinados e subterrâneos, as possibilidades de contágio são maiores.

Além disso, o comunicado informa que fornecedores e sócios estratégicos de países europeus, como Itália, Alemanha e Espanha suspenderam suas atividades. Estas são empresas como CAF, Siemens, Bombardier e Metalltech.

Não se informou se esta paralização atrasará o cronograma da obra, cuja entrada em operação está prevista para finais deste ano.

O metrô

O metrô de Quito terá uma extensão de 22 quilômetros de Quitumbe a El Labrador, distância que será percorrida em apenas 34 minutos, através de 15 estações subterrâneas.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters