A Votorantim Cimentos está adotando novas iniciativas para conter os danos provocados pela crise do Covid-19. Uma das novas decisões tem a ver com os varejistas de construção, e a outra com seus próprios empregados.

A empresa criou uma plataforma de apoio ao comércio varejista de construção de pequeno porte, chamada VCajuda.

A plataforma quer ajudar os varejistas, principalmente as micro e pequenas empresas, a constituir lojas digitais, orientando a abertura de um e-commerce, indicando maneiras de atender o cliente por mensagens e com outros conjuntos de informação pertinente durante a crise.

Além disso, a plataforma permite baixar materiais visuais com informação sobre o Coronavírus, de maneira que os varejistas possam compartilhar com seus clientes e profissionais de obra.

De acordo com o Sebrae, o setor de materiais de construção é o terceiro mais numeroso na cadeia nacional de varejo brasileira, com cerca de 270 mil empresas micro e pequenas em funcionamento no país.

Empregados

O grupo anunciou sua adesão ao movimento Não Demita, que reúne até o momento mais de 3 mil empresas brasileiras. O movimento assume o compromisso de não demitir ninguém de seus quadros de pessoal até o mês de julho.

“Nosso objetivo é tranquilizar nossos empregados e suas famílias, e contribuir para minimizar os impactos econômicos e sociais da pandemia do coronavírus. Seguimos firmes na luta contra o vírus, reforçando as medidas de higiene, saúde, proteção e segurança em todas as nossas operações e comunidades em que atuamos”, diz o CEO Global da Votorantim Cimentos, Marcelo Castelli.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters