Ferrovia Santiago-Melipilla unirá capital com periferia, passando por oito bairros.

Tren Santiago Melipilla

Percurso do trem Santiago-Melipilla.

“Este projeto vai transformar a vida de 2 milhões de pessoas”, disse o presidente do Chile, Sebastián Piñera, depois que por unanimidade a comissão de Avaliação Ambiental de Santiago aprovou o projeto de construção de uma linha de trem entre a capital do país e a periferia de Melipilla.

“A linha vai unir oito comunas (como são chamados os bairros no Chile), muitas delas isoladas por não fazerem parte do sistema público de transporte integrado à capital, e o investimento envolvido é de US$ 1,5 bilhão. Anualmente, este trem transportará 60 milhões de passageiros”, completou o governante.

As comunas beneficiadas pela linha Santiago Melipilla, além da própria, serão Estación Central, Cerrillos, Maipú, Padre Hurtado, Peñaflor, Talagante e El Monte. O percurso da ferrovia prevê 11 estações em um trajeto de 61 km, com três pistas até Malloco (uma delas de carga) e as duas outras até Melipilla (uma delas para carga).

O projeto prevê a compra de 22 trens novos, e a tarifa estará modelada para ser pagar através do mesmo sistema de transportes da Grande Santiago, ou seja, com um único bilhete. O futuro trem terá conexões com as linhas 1 e 6 do metrô da capital. Segundo Piñera, a soma de tempo economizado por um chileno usuário desta futura linha poderá chegar a 22 dias por ano, o que ainda segundo ele seria mais do que a média de 15 dias de férias que a maioria no país desfruta anualmente. 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters