As duas maiores locadoras de máquinas de acesso do país podem se tornar uma só empresa. 

No caption available

As duas maiores locadoras de equipamentos do Brasil, a Mills Estruturas e Serviços de Engenharia e a Solaris Equipamentos, discutem uma possível fusão.

Os termos do acordo ainda estão em discussão, mas de acordo com a Mills pode haver uma troca de ações que faria com que a Solaris ficasse com 30,5% das ações do novo negócio.

A fusão criaria a maior empresa de locação de máquinas do país por larga margem, combinando um valor de negócio combinado de cerca de US$ 84 milhões da Mills e o valor próximo a US$ 64 milhões da Solaris.

Também se criaria uma das 25 maiores empresas de locação de plataformas aéreas do mundo, com frota combinada de cerca de 8,4 mil unidades (5.723 da Mills e 2.680 da Solaris).

De acordo com a Mills, a fusão “fortaleceria sua extraordinária posição na indústria de locação de equipamentos, com um portfólio mais atrativo, maior escala e melhores perspectivas de crescimento e lucratividade, com uma otimização das operações e a absorção de potenciais sinergias”. Ambas as empresas sofreram o baque da crise econômica. Mills e Solaris venderam 16% e 23% de suas frotas, respectivamente.

A Mills tem mais de 65 anos de história, enquanto a Solaris está no mercado há 20 anos. A Solaris foi originalmente propriedade da Sullair Argentina, mas em 2013 a maioria de suas operações foi adquirida pelo fundo de investimentos Southern Cross, e a Sullair Argentina permaneceu como minoritário.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters