O setor de energia mexicano pode receber novos US$ 96,5 bilhões em investimentos privados, segundo publicou esta semana a imprensa local.

O valor é a estimativa entregue pelo Conselho Coordenador Empresarial (CCE) à Secretaria de Fazenda do México, onde se incluem projetos em etapa de análise, autorização e execução para o período de seis anos do atual mandato presidencial.

A lista inclui 279 projetos, 157 dos quais dedicados ao setor elétrico (geração, transmissão e cogeração) e 122 projetos na área de petróleo e gás (transporte, armazenamento, comercialização, exploração e produção).

Segundo a classificação feita pelo CCE, 57% dos investimentos considerados estão em processo de autorização, 22% em análise e apenas 18% deles em execução. O porcentual restante estaria em outro status.

Os jornais mexicanos destacam que as projeções do CCE foram realizadas a partir da visualização das necessidades do mercado energético nacional em investimentos necessários, mas que a empresa pública Petróleos Mexicanos e a Comissão Federal de Eletricidade não incluem em seus portfólios de negócio. “O importante é que os investimentos foram consensuados e estão disponíveis para se realizar”, diz o analista do setor de energia Ramsés Pech.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters