Tendência é explicada por contração no mercado de construção residencial. 

O setor de cimento da Colômbia está em queda, confirmada pelo número de despachos internos do primeiro trimestre do ano. Neste período, as cimenteiras colombianas venderam 3,3% menos do que no primeiro trimestre do ano passado.

No primeiro trimestre de 2018 se venderam 2,9 milhões de toneladas, enquanto no mesmo período de 2017 os despachos haviam sido de 3 milhões de toneladas.

De acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas do país (DANE), as concreteiras são o segmento econômico colombiano que mais diminuiu sua demanda por cimento: 7,1% menos cimento foram comprados pelas concreteiras do país neste trimestre, na comparação interanual.

Empreiteiras compraram menos 6,5% neste trimestre em comparação ao mesmo trimestre do ano passado, e lojas de materiais de construção diminuíram suas compras em 4,9%.

O decréscimo do mercado cimenteiro e concreteiro colombiano responde, entre outros fatores, a uma contração no mercado de construção residencial. A Câmara Colombiana da Construção reportou uma variação negativa de 15,3% na comercialização de residências no país nos primeiros dois meses do ano.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters