Guindastes Potain e Grove vêm ajudando a levantar os prédios que abrigarão atletas ano que vem no Peru.

manitowok

Continuam os trabalhos preparativos para os Jogos Panamericanos de Lima, no Peru, em 2019. Uma frota de seis guindastes da Manitowoc está em ação na vila que abrigará os quase 9 mil atletas que participarão. Desde dezembro, cinco gruas torre Potain MCi 85 e um Grove TMS800E sobre caminhão estão trabalhando ali, elevando blocos de concreto, formas e outros equipamentos para agilizar as obras.

O cumprimento do prazo determinado em contrato é essencial para as empreiteiras Besco e Besalco. Quando chegarem as delegações esportivas, as quatro torres de 20 andares e outras três de 19 andares terão que estar terminadas.

A rapidez de montagem e facilidade de operação levaram as empreiteiras a escolher os modelos da Manitowoc. Os cinco modelos de torre Potain realizam os trabalhos mais leves enquanto o modelo TMS800E da Grove iça os equipamentos mais pesados. A configuração funciona bem, de sorte que já se prevê a entrega dos edifícios ainda em novembro deste ano.

“O início das obras nos tomou quase um ano, entre outras razões, porque precisávamos de gruas confiáveis e de uma empresa que nos oferecesse o suporte para dar conta de um projeto desta responsabilidade e padrão”, disse Rafael Correa, gerente de projeto na Besco-Besalco. “Os seis equipamentos da Manitowoc foram a solução perfeita para este projeto, pois seus altos rendimentos são da maior importância. Em menos de três meses se construíram 15 andares de quatro torres de apartamentos”, disse ele.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters