Marca começa a se beneficiar do lançamento da linha de escavadeiras X3E.

Link Belt

“As escavadeiras Link Belt trabalham cerca de 12 horas por dia e carregam cerca de 2.300 m3 de areia nestas horas”, afirmou Francisco Arango, gerente geral da Transportes Medellín, empresa localizada na Guatemala, que tem como principal atividade o serviço de transporte de agregados pétreos e areias, além da compra e venda de materiais de construção.

Desde a expansão de suas operações em 2016, a empresa adotou as máquinas da Link Belt através de contato com a distribuidora local, Conquista. A partir daí, adquiriu dois modelos da marca, a 210X2 e a 210X3E.

Segundo a fabricante, a 210X3E é uma evolução da X2, e incorpora uma série de atualizações que buscam melhorar a produtividade e agilidade das operações da escavadeira.

O modelo 210X3E combina tecnologias de inteligência em hidráulica com a dos motores japoneses Izusu. Desta maneira, a máquina pode trabalhar em modos SP (prioridade de produção), H (serviço pesado) e A (economia com potência aplicada). Estes três modos permitem ao operador escolher a melhor equação de potência, precisão e relação de economia de combustível para uma determinada operação.

“Outros pontos que também se destacam no equipamento são a segurança e a durabilidade. A nova X3E traz de série a cabine Rops, câmara de ré, braço e lança de construção reforçada (heavy duty), assim como o material rodante reforçado na estrutura”, diz a fábrica nos Estados Unidos.

 

 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters