É a primeira vez que o grupo industrial alemão fatura acima desta marca.

Pela primeira vez em sua história, o Grupo Liebherr superou a sua marca de €10 bilhões em 2018, com faturamento total de €10.551 milhões. Na comparação com o ano anterior, o Grupo atingiu um aumento total de €739 milhões ou 7,5%.

Liebherr R922

Apesar do ligeiro declínio no crescimento econômico, 2018 foi um ano recorde para o Grupo Liebherr. De modo geral, tanto o setor das máquinas para construção e mineração, como também outras áreas de produtos, registraram um aumento no volume de vendas. Nas máquinas para construção e equipamentos de mineração, as vendas aumentaram 10,8%, correspondendo a €6,833 bilhões. Principalmente nos segmentos de movimentação de terra, guindastes móveis e mineração. Nas outras áreas de produtos que englobam os setores dos guindastes marítimos, engenharia aeroespacial e sistemas de transporte, máquinas-operatrizes e sistemas de automação, refrigeradores, freezers e adegas, componentes e hotéis, o volume de vendas aumentou em aproximadamente 2,0%, correspondendo a €3,718 bilhões. 

Liebherr 1

Componentes para avião fabricados em série por impressão 3D: um suporte para o trem de pouso traseiro do Airbus A350 XWB é o primeiro componente em série fabricado por impressão 3D pela divisão de tecnologia aeroespacial e de transporte.

O recorde de vendas em 2018 pode ser atribuído a um desenvolvimento muito positivo da conjuntura e demanda nas várias regiões em que a Liebherr está presente. Dentro da União Europeia, a região mais importante para a Liebherr, as vendas aumentaram novamente. Isso pode ser atribuído, dentre outras coisas, ao novo crescimento na Alemanha, o maior mercado para a Liebherr, e ao desenvolvimento positivo na França e na Grã-Bretanha. Nos países não pertencentes à União Europeia, as vendas caíram em termos da moeda Euro, na comparação com o ano anterior, principalmente devido à variação cambial na Rússia. Os negócios na América do Norte, América Central e do Sul, Ásia e Oceania também se desenvolveram de forma muito positiva. Este desenvolvimento foi impulsionado principalmente pelos mercados dos EUA, Austrália e China.

Em 2018, o Grupo Liebherr atingiu um lucro líquido de €321 milhões, ligeiramente acima do nível do ano anterior. O resultado operacional permaneceu estável em relação ao ano anterior. O resultado financeiro diminuiu, principalmente devido a efeitos cambiais negativos. 

No exercício financeiro de 2018, o número de colaboradores aumentou significativamente. No final do ano, em todo o mundo, o Grupo Liebherr contava com um total de 46.169 colaboradoras e colaboradores, 2.300 mais do que no ano anterior. 

Liebherr 2

Tradição nos eventos da Liebherr-Werk Ehingen GmbH: guindastes de caminhão e de esteiras em configurações extraordinárias. Em 2018, dois guindastes sobre esteiras LR 1750/2 sustentaram uma teia de aranha para o todo terreno de quarenta toneladas LRT 1100-2.1.

Pesquisa e desenvolvimento 

Como uma empresa de alta tecnologia, o Grupo tem por objetivo contribuir para o progresso tecnológico nos setores relevantes para a Liebherr. Por esta razão, a Liebherr investiu €586 milhões em pesquisa e desenvolvimento no ano passado, sendo grande parte no desenvolvimento de novos produtos. Inúmeros projetos de pesquisa com universidades, faculdades e institutos de pesquisa foram iniciados e continuados. O foco destes projetos de pesquisa é o canteiro de obras do futuro.

Neste sentido, a Liebherr firmou uma parceria de desenvolvimento com a RWTH Aachen com relação a Center Construction Robotics e também participa do projeto conjunto “Bauen 4.0”, iniciado pelo VDMA. 

Há vários anos, os tópicos principais abrangendo toda a ampla gama de produtos e serviços são o aumento da eficiência energética, as inovações no design, além da automação e interligação de produtos. Um projeto de grande importância é a pesquisa de processos de fabricação aditivos na indústria aeronáutica. No ano passado, um marco deste projeto foi a entrega da primeira peça de série da produção de impressão 3D. Com o desenvolvimento das unidades de refrigeração de cabos de carga para estações de recarga e a pesquisa relacionada a um turbocompressor elétrico para

veículos com propulsão por célula de combustível, o Grupo também contribui para a mobilidade elétrica. 

Outros investimentos

liebherr-monolith-refrigerators_s

Gestão de alimentos orientada ao futuro: a geladeira embutida Monolith da Liebherr mantém os alimentos frescos por mais tempo graças à tecnologia BioFresh.

Foram investidos €829 milhões em instalações de produção e na rede mundial de distribuição e serviços. Em comparação ao ano anterior, o Grupo aumentou seu investimento em €51 milhões. As amortizações corresponderam a €513 milhões. Na localidade de Kirchdorf an der Iller (Alemanha) foi inaugurado um novo centro de desenvolvimento e demonstração. Nele, as novas máquinas para construção e movimentação de materiais são desenvolvidas, testadas e inspecionadas. Além disso,

foi iniciada a construção de um novo centro de logística. O Grupo também investiu em Bad Schussenried (Alemanha), uma nova planta de produção de bombas de concreto. Em Bulle (Suíça) e Colmar (França) foram construídas novas linhas de fabricação para motores de grandes portes. E em Toulouse (França) está sendo planejado um novo centro de treinamento aeroespacial para colaboradores e clientes. 

No porto de Rostock, a Liebherr iniciou a instalação de um dos mais potentes guindastes para cargas pesadas fixo no solo. No futuro, o guindaste de pórtico TCC 78000 não será usado apenas para o carregamento de guindastes Liebherr cada vez maiores, mas também estará disponível para a movimentação de cargas pesadas externas no porto de Rostock. 

Fora da Europa, a Liebherr investiu, dentre outros, na ampliação da localidade de Newport News (EUA). A expansão no setor de guindastes, máquinas para construção e tecnologia de concreto tem por objetivo apoiar a estratégia de crescimento em longo prazo do Grupo no mercado dos EUA. 

Continuar crescendo 

liebherr-lps-420-e_s

Crescimento da familia de guindastes móveis para portos: o novo LPS 420 E é um pórtico acionada de forma totalmente elétrica, que funciona localmente e sem emissões. Este todoterreno universal está projetado para manipular qualquer tipo de carga de até 124 toneladas.

De acordo com as previsões atuais, o crescimento econômico mundial continuará a diminuir neste ano. No entanto, não há sinais de recessão iminente. Sendo assim, a demanda na maioria das regiões e setores também pode se desenvolver de modo muito positivo em 2019. Portanto, o Grupo Liebherr espera mais um aumento nas vendas em 2019. Este fato também é corroborado pelas carteiras de pedidos, que já estavam bem preenchidas no início do ano. 

O relatório anual do Grupo Liebherr pode ser acessado no link a seguir: www.liebherr.com/annual-report.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters