adjudicacion11

O consórcio Inti Punku, integrado pelas empresas Sacyr e Graña y Montero (GyM) ganhou o processo de licitação dos trabalhos do “Lado Aire” do projeto de ampliação do aeroporto internacional de Lima, para construção de uma segunda pista. Com a obra, a capacidade operacional do aeroporto será duplicada.

O escopo deste projeto compreende a construção de uma segunda pista de aterrissagem de 3.480 metros, uma rede de mais de 10 km de novas pistas de rodagem, instalação de luzes de aproximação, sistemas de balizamento, auxílios à navegação, sistemas de média tensão e equipamentos de controle e vigilância. As obras começarão em setembro, e anova pista deverá entrar em operação no final de 2022.

“Estamos orgulhosos de continuar com as obras programadas do Projeto de Ampliação, apesar da conjuntura adversa. Licitamos o “Lado Aire”, que é fundamental para a futura operação. A torre de controle já está em construção e a segunda pista começa em setembro. No consórcio temos o compromisso de continuar dando nosso melhor para que o Peru possa contar com um dos aeroportos mais importantes da América do Sul”.

Outras licitações

No ano passado, foram licitadas as obras do pacote 1 e da pré-obra de projetos da ampliação. Naquela ocasião, 12 empreiteiras foram escolhidas, e a pré-obra já se concluiu. O pacote 1 compreendia preparação de terreno e manejo ambiental, e está em execução.

O pacote 2.1 foi licitado ao consórcio Wayra e abrange a nova torre de controle, a base de resgate e outros edifícios auxiliares.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters