Máquina de construir pontes está em aplicação na obra do viaduto ferroviário Mitre. 

lanzaderas

Começou a aplicação em obra de duas lançadeiras de vigas para construção de um viaduto ferroviário na Argentina, o viaduto Mitre. É a primeira vez que este tipo de equipamento é usado no país. Sua característica mais fundamental é agilizar a obra de construção de pontes e viadutos através da montagem dos pré-fabricados de concreto in loco, sem necessidade de interromper o trânsito abaixo da obra, ou mesmo a linha férrea.

A lançadeira usada em Buenos Aires é um modelo de mais de 220 toneladas. O equipamento se apoia nas colunas de sustentação da estrutura, e vai colocando as vigas horizontais conforme se movimenta para frente usando as mesmas vigas que acabou de colocar. Por não interromper o acesso, o método costuma ser usado em situações de restrição espacial ou sobre corpos hídricos.

O viaduto ferroviário Mitre tem uma extensão de 3,9 km. Sua inauguração representará a eliminação de oito cruzamentos entre trânsito de trens e carros, razão pela qual o trânsito da capital deverá melhorar consideravelmente. A obra inclui também a renovação total das estações Lisandro de la Torre e Belgrano C., que estarão no mesmo lugar onde hoje ficam, mas serão elevadas.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters