A fábrica de cimento LafargeHolcim afirmou que será beneficiada pelo gasto em infraestrutura que realizará o presidente americano Donald Trump durante o seu mandato. Eric Olsen, presidente do maior fabricante de cimento do mundo, disse que “participaremos em todos os grandes projetos de infraestruturas dos Estados Unidos, e o do muro é um deles”.

Para o executivo, os Estados Unidos poderiam se transformar no mercado mais importante da companhia suíça, depois do programa de US$1 bilhão de investimento em infraestrutura que o presidente da referida nação prometera.

Olsen ressaltou também que o gigante da América do Norte está por baixo da demanda máxima de cimento e que sua companhia tem 6 milhões de toneladas de capacidade restante para aproveitar o futuro aumento da demanda deste país. 

Os Estados Unidos já informaram através do Departamento de Alfândegas e Proteção Fronteiriça (CBP é sua abreviatura em inglês) uma oferta para que as empresas contratantes comecem a preparar suas propostas. No entanto, a administração de Trump não possui os US$21.000 milhões requeridos para construir a referida infraestrutura.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters