A John Deere Brasil anunciou fortes medidas para enfrentar a crise do Coronavírus. A partir de 25 de março (data de publicação desta notícia), ficam fechadas as fábricas da Ciber Equipamentos Rodoviários em Porto Alegre e a fábrica de máquinas agrícolas na cidade de Horizontina, também no Rio Grande do Sul.

A partir de 30 de março, as demais unidades produtivas do grupo também fecharão. Isto inclui as duas fábricas de equipamentos de construção em Indaiatuba (uma delas de máquinas John Deere e a outra da joint venture Deere-Hitachi), e também a fábrica de tratores agrícolas em Montenegro (RS), a fábrica de pulverizadores em Canoas (RS) e a fábrica de colhedeiras de cana de açúcar em Catalão (GO).

As paralisações de produção foram anunciadas sem prazo para terminar. De acordo com o comunicado, a John Deere Brasil ainda definirá o prazo para esta decisão.

Para não deixar clientes de construção e agricultura sem peças de reposição, o Centro de Distribuição de Peças localizado em Campinas (SP) continuará funcionando, mas a partir de 25 de março em regime especial de escalonamento.

Todos os funcionários da John Deere Brasil que trabalham no escritório central de Indaiatuba (SP) continuarão trabalhando em regime de home office.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters