JCB

A JCB decidiu paralisar temporariamente a produção na sua fábrica de Sorocaba, devido à pandemia do Coronavírus, segundo a Revista MT, da Sobratema.

Segundo a multinacional inglesa, a medida entrou em vigência em 30 de março e durará pelo menos até 22 de abril, mas isso pode mudar. “Esta pausa na produção, mantendo o suporte necessário para o mercado de máquinas, é uma primeira resposta a uma situação difícil e sem precedentes, com a finalidade de atender os interesses dos empregados, da JCB, de seus distribuidores e clientes, claramente tendo como principal preocupação a saúde e a segurança de todos os envolvidos e o apoio a nossos clientes que trabalham para manter a economia brasileira em funcionamento”, disse José Luis Gonçalves, presidente da JCB para Brasil e América Latina.

Segundo o presidente, o movimento também é um reflexo de um alinhamento com o mercado, que já começa a mostrar sinais de queda em todo o mundo.

Com uma rede de 13 distribuidores e mais de 60 locais de atendimento no Brasil, Gonçalves crê que a JCB poderá aproveitar esta interrupção na produção para planejar os próximos passos, priorizar as máquinas com os pedidos dos clientes e garantir que as peças e componentes estejam designados para atender estes pedidos quando se retomar a produção.

O único setor que permanecerá ativo durante o período será a operação de pós-venda (peças e serviços). “Com todo o cuidado necessário, seguindo todas as recomendações dos órgãos competentes, garantimos o suporte técnico e de peças para distribuidores e clientes. A principal preocupação neste momento é a saúde e a segurança dos nossos empregados, e dar assistência aos clientes”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters

Temas